Rochdale é o Bairro do Progresso

Na ilha de São João nasceu a Chácara dos Castanheiros e foi no
milhão e meio de metros quadrados da ilha, através da Cooperativa
Mista Popular do Rochdale, que surgiu o bairro cooperativa.

Mara Danusa

A Chácara dos Castanheiros foi construída na ilha pluvial do rio Tietê de nome Ilha de São João. Foi no milhão e meio de metros quadrados dessa ilha que aconteceu a primeira cooperativa que tornou realidade mais um sonho de criar um bairro nas terras de Osasco.

O início do sonho de fazer da chácara um bairro acontece em 25 de maio de 1951 quando o Dr Fernando Marrey, Luiz L. Reid e a diretoria do Banco América assinam um contrato criando a incorporadora Companhia Construtora Osasco, constituída com a finalidade de lotear os terrenos. 
Fernando Marrey era um entusiasta do cooperativismo, e acreditava que apenas através do cooperativismo o povo conseguiria se organizar democraticamente, para a defesa dos seus interesses. 

No projeto da cooperativa Rochdale os urbanistas, atendendo pedido do Dr Marrey, colocaram a morada, o supermercado, o posto de saúde, a escola e o lazer. Para os outros incorporadores a idéia do Rochdale, cujo nome já era uma homenagem a uma cidade inglesa símbolo do cooperativismo moderno, era muito fantasiosa, utópica mesmo e por isso sem possibilidade de se tornar realidade. Ainda assim, ficou acordado entre os financiadores do loteamento cooperativa que os compradores dos lotes teriam direito a escola primária e profissional para os filhos, assistência médica, e supermercado a preço de custo, campo para esporte e recreação e todos estes benefícios seriam custeados através de acréscimo no preço do terreno. A administração social do bairro caberia aos compradores dos lotes e para isso foi criado em 25 de maio de 1952 a Cooperativa Mista Popular do Rochdale. O primeiro superintendente da cooperativa foi o Dr Fernando Marrey.

Onze anos se passaram da fundação da cooperativa e 170 associados conseguiram se beneficiar de pequeno empréstimo para a construção da casa própria. A cooperativa forma um depósito de material de construção. Uma escola primária com duas salas de aula. Instala curso de alfabetização de adultos. Abre um armazém de secos e molhados. Constrói um campo de futebol. Cria o clube náutico e compra barcos. E tudo sem financiamento externo, ou seja, apenas com as cotas que os associados pagavam a Cia Construtora Osasco e esta repassava o valor correspondente a Cooperativa.

Em 1955 a Cia Construtora Osasco sofre com uma grave crise econômica, pois a demora na aprovação da planta do loteamento e a as obras de terraplenagens exigidas para prefeitura de São Paulo levaram a empresa ao esgotamento financeiro e a necessidade de empréstimos bancários. Os banqueiros sócios da companhia por sua vez precisavam achar uma boa desculpa para o desastre de seus investimentos e neste momento difícil o melhor era culpar a cooperativa pelo desastre financeiro do empreendimento. Partindo desta conclusão a extinção da cooperativa foi o único passo possível. Porém, o Dr Fernando Marrey não concordou com o fechamento da Cooperativa Mista Popular do Rochdale. Na impossibilidade de adquirir as ações dos demais sócios, o Dr Marrey resolveu pedir empréstimo a Caixa Econômica para que a Cooperativa comprasse a companhia, mas não teve êxito. A Cia Construtora Osasco foi vendida a um de seus antigos sócios e do Dr Fernando foi afastado da construtora. Depois foi a vez da suspender o pagamento das contribuições da Cooperativa. Isso deu ao Dr Marrey o direito de entrar com uma ação ordinária de cobrança contra a construtora. Seis anos se passaram e a sentença foi do Supremo Tribunal Federal que deu ganho de causa a Cooperativa. No entanto, a inflação se encarregou de desvalorizar o dinheiro acumulado no período.

Apesar das dificuldades o Dr Marrey não teve dúvida em apostar no sucesso de sua idéia e mandou depositar o dinheiro ganho com a ação de cobrança na conta da Cooperativa. E com o passar dos anos construiu: Um grupo escolar com 20 classes para 1.300 alunos. A escola profissional, que passou a funcionar em convênio com o Senai, instalaram um ambulatório.

Hoje é o posto de saúde do bairro. O campo de futebol que hoje é o estádio da zona norte e um outro prédio onde funcionaria um outro grupo escola. Assim, de construção em construção de realização em realização o sonho do Dr Fernando Marrey foi se tornando realidade através da Cooperativa Mista Popular do Rochdale.
 

Câmara Municipal de Osasco
Av. dos Autonomistas, 2607 - Centro - Osasco/SP - Brasil
CEP: 06090-905 - Fone: (11) 3699-9133 - E-Mail: qualidade@camaraosasco.sp.gov.br